RSS

Raridade em livro de sebo!

27 jan

Olá pessoal! Vim aqui hoje compartilhar algo muuito legal que aconteceu comigo.

Durante um ano eu me programei para passar minhas férias de final de ano em Florianópolis e para tanto eu juntei um bom pé-de-meia, porém, como já era previsível, boa parte do meu capital acabou engordando os caixas das livrarias da cidade! Hahaha

Uma das coisas que mais sinto falta de Florianópolis, além das amizades claro, é os belos e amados sebos. Para quem nunca entrou em um sebo em sua vida antes não sei se consigo descrevê-los, pois entrar em um sebo é uma sensação totalmente estimulante. Diferentemente de livrarias normais, nas quais você se sente em um mundo de possibilidades inexploradas e mundos a serem descobertos, em um sebo adiciona-se isso à sensação de intimidade com os livros, você é capaz de sentir a história de cada exemplar envolver você, e quando falo em história não me refiro à escrita pelo autor, mas sim a que está impressa muito mais profundamente do que a tinta das palavras. Refiro-me à história que cada antigo leitor deixou gravado nas paginas do livro.

“Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos pelas suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece’ (A Sombra do Vento – Carlos Ruíz Zafón)

raridade em sebo 003

Então, eu vim aqui hoje exatamente para contar a história de um desses livros de sebo!

Comprei por uma bagatela de R$5,00 o livro Suave é a Noite, escrito por F.Scott Fitzgerald e dentro dele eu encontrei duas coisas:

raridade em sebo 002

A primeira coisa que encontrei foi essa embalagem de chocolate da garoto! Na embalagem não há nenhum tipo de informação referente a ano de fabricação, ela só nos informa da localização da Fábrica, que fica em Vitória.

Tentando desvendar o mistério do chocolate comecei a fazer uma pesquisa online para ver o que eu conseguia encontrar e surpresa! Não havia NADA! Procurei em imagem, em texto, no site da própria Garoto e só o que eu consegui foi uma pessoa comentando que estava procurando informações sobre um chocolate cuja descrição da embalagem parecia muito com a que eu também estava procurando.

Tentando outra abordagem eu publiquei um vídeo no meu canal do youtube falando sobre esse achado e pedindo para que alguém que soubesse alguma coisa compartilhasse conosco nos comentários. Para minha surpresa logo houve dois comentários, um da Gláucia, vlogueira com o canal Estante Indiscreta, e outro da Vanessa, que também assistiu ao vídeo, que disseram que esse bombom vinha na caixa de chocolates sortidos da Garoto nos anos 80. A Gláucia ainda disse mais: “Ah Dener, não sei exatamente o sabor. Era ao leite e o recheio era uma espécie de creme meio parecido com passas ao rum. O engraçado é que se eu fechar os olhos consigo me lembrar do sabor mas não consigo descrever, era dos meus preferidos da caixa. Não tem aquela coisa qd abrimos uma caixa de bombom já vamos selecionando os melhores? Pois é”. Muito legal né??

raridade em sebo 001

Essa foi outra coisa que eu encontrei dentro do livro. Depois de ter gravado o vídeo, que será colocado ao fim do post, eu tirei o livro da estante e fiquei namorando ele um pouco e descobri essa espécie de recibo que não havia notado antes.

Não há nenhum tipo de marcação, selo ou logotipo que identifique a origem disso, mas a antiguidade do papel é indiscutível, principalmente por parecer ter sido digitado em uma máquina de escrever!

De vez em quando eu me pego pensando por onde esse livro deve ter andado, quem foi a pessoa que leu, comeu esse chocolate, onde ela estará agora, com que idade, se os dois papéis são da mesma pessoa. Adoro isso nos livros de sebo, esse mistério que vai muito além das palavras criadas pelo autor.

Se alguém mais souber alguma coisa sobre isso por favor, compartilhem!!!!


 
5 Comentários

Publicado por em 27 de janeiro de 2013 em Sem categoria

 

5 Respostas para “Raridade em livro de sebo!

  1. Epitácio Carvalho

    31 de janeiro de 2013 at 19:57

    Muito legal esse seu depoimento sobre os sebos a a sensação que temos com livros usados; é realmente uma coisa mágica. A historinha do chocolate então é muito bacana. Obrigado por compartilhar essas sensações incríveis que temos com os livros.

     
    • denerb

      31 de janeiro de 2013 at 21:08

      Que nada.. eu é que agradeço por ter lido Epitácio!

       
  2. Stella

    27 de fevereiro de 2013 at 23:16

    Esse bombom vitória era o meu favorito. Vinha na caixa de sortidos da Garoto. Tinha um cheirinho gostoso como uma flor e um sabor semelhante ao atual bombom gianduia, mas muito melhor. De repente saiu de circulação. Até escrevi para a Garoto perguntando sobre um possivel relançamento. Na época disseram que havia outros bombons tão gostosos quanto o saudoso vitória. Não concordo. Ele era especial. Gostei de rever a embalagem.

     
    • denerb

      28 de fevereiro de 2013 at 4:13

      Obrigado por ter compartilhado sua história. Adorei ter descoberto o passado desse chocolate, mas ainda me pergunto que será que o guardo no livro? ;D

       
  3. luismend

    15 de outubro de 2013 at 15:35

    Curioso como as lembranças são mistas e os paladares distintos… esse bombom era o último a ser escolhido aqui em minha casa, tanto eu como minha irmã detestávamos o bicho e acabava sobrando no fundo da caixa… da caixa de bombons Garoto invariavelmente sobravam o Vitoria, Pera e Ameixa… que acabavam sendo comidos por falta de alternativa dias depois…
    Valeu pela postagem, fui buscar uma foto do Vitória e essa foi a única que achei! Raridade mesmo!!!
    Quanto ao recibo, na verdade é uma fita de máquina de calcular com impressão, essa coisa de numeros vermelhos e pretos é característica. Meu pai tinha uma FACIT com essa mesma característica – aliás, tinha não, tem, minha irmã usa até hoje essa máquina que deve ter mais de 30 anos de trabalho e ainda funciona perfeitamente!

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Isaac Sabe!

Seja o Newton, o Asimov ou o seu Isaac da esquina.. ele sabe!

%d blogueiros gostam disto: