RSS

UM DIA

15 abr

David Nicholls

Um dia se apresenta como um livro com premissa simples e direta que se desenvolve ao longo de 410 páginas. Ele narra a história de Emma e Dexter, um casal meio às avessas cuja história é contada de forma bastante peculiar. O livro chegou ao Brasil com o selo da editora intrínseca com tradução de Claudio Carina. Em dezembro de 2011 foi lançada a adaptação cinematográfica estrelada por Anne Hathaway e Jim Sturgess.

O livro conta a história de dois amigos que terminam a universidade de antropologia e comemoram o último dia da universidade juntos e se despedem na manhã anterior, quando tomam rumos diferentes em suas vidas. A obra se desenrola com a apresentação dos acontecimentos do dia 15 de julho ao longo dos anos. Devido a esta estruturação cronológica o livro mantém a curiosidade do leitor com relação ao hiato de tempo que fica perdido entre um capítulo e outro aguçando a curiosidade sobre o que aquele dia representa para Emma e Dexter, além disso serve para expor claramente o amadurecimento da história e dos personagens ao longo do livro, o qual inicia com uma Emma depressiva crônica e um Dexter rebelde sem causa. (parte do livro que, confesso, quase me faz abandoná-lo por achá-lo muito superficial, porém, ao longo da leitura, entendi que isso serviu para deixar mais claro a evolução, ou regressão, dos protagonistas ao longo dos anos.

O livro possui uma narrativa simples e direta que torna fácil a imersão dentro da história. O desenvolvimento das personagens também é feito de forma impecável: Emma e Dexter são o tipo de pessoas que facilmente podem ser encontradas em nosso cotidiano e a realidade em que eles se encontram é totalmente familiar à maioria das pessoas, sejam as dificuldades de começar a vida adulta, seja uma paixonite pela sua melhor amiga (=D)

Apesar de a reimpressão possuir a capa do filme transmitir uma ideia melosa, devido á foto do casal protagonista se beijando, o que não acontece com a primeira impressão, a história não pode ser caracterizada por tal adjetivo. Mesmo sendo classificado como um romance o livro passa longe daquela seleção de obras tediosas, água com açúcar e extremamente contraindicados para diabéticos. Um dia é jovial, e interessante. Apesar de esse tipo de livro não fazer parte do meu gênero preferido de leitura acabou sendo agradável. Devido ao fato de já ter assistido ao filme antes de ler ao livro eu já sabia o que esperar do final, então o clímax não foi novidade para mim, mas acredito que alguém que leia o livro no escuro, será surpreendido no final.

Posso dizer que esse não vai ser um livro que irá levantar grandes questionamentos morais ou que irá gerar profundas reflexões, mas é um livro agradável, simples e direto em seu propósito, com uma premissa diferente que serve perfeitamente bem para passar o tempo e espairecer a mente durante as férias. Recomendo.

 
4 Comentários

Publicado por em 15 de abril de 2013 em Sem categoria

 

4 Respostas para “UM DIA

  1. Epitácio Carvalho

    15 de abril de 2013 at 19:54

    Valeu o esforço de sempre, Dener! Estou certo de que vc sabe bem a importância de resenhar um livro. É uma das melhores maneiras de se disseminar o hábito da leitura, e a internet é uma via incrível para isso. Por isso, cada livro resenhado aqui, representa um ato generoso. hoje passo mesmo para parabenizá-lo e torcer para que vc siga firme nesse projeto de vida tão bacana. Muito valeu mesmo pela existência do blog!!!

     
    • denerb

      16 de abril de 2013 at 0:29

      Às vezes eu termino um livro e bate aquela preguiça de fazer a resenha escrita. Quase ninguém acessa o Blog, vou fazer só o vídeo mesmo. Penso eu. Aí eu lembro que o epitácio sempre passa por lá então acabo resenhando no fim das contas… Shahaha obrigado pelo apoio e incentivo.

       
      • Epitácio Carvalho

        17 de abril de 2013 at 8:13

        rsrsrsrsrs, Puxa, Dener! Me sinto lisonjeado! Mas a sua persistência no Blog só mostra a sua idoneidade livresca. O vlog qualquer um pode fazer, mas a resenha escrita não é pra todo mundo. E fazer uma resenha escrita é às vezes chato e trabalhoso. É por isso o meu agradecimento por esse esforço super-generoso que vc faz em divulgar o livro. Muitas pessoas já viram seus vídeos e outras já leram aqui suas resenhas escritas, e bom número dessas pessoas leram os livros de que vc falou ou escreveu. Eu mesmo já ampliei e diversifiquei o meu repertório de leitura graças ao seu blog/vlog. Muito valeu, Dener!

         
      • denerb

        17 de abril de 2013 at 13:40

        Eu que agradeço tantos elogios!!!  :-D

         

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Isaac Sabe!

Seja o Newton, o Asimov ou o seu Isaac da esquina.. ele sabe!

%d blogueiros gostam disto: